Dúvidas Frequentes

  • As bandejas plásticas JKS são produzidas na cor preta. Elas não esquentam o substrato prejudicando a germinação e o desenvolvimento das mudas?
    • Não!!! Depois de plantada, a superfície exposta ao sol é muito pequena, tudo fica coberto pelo substrato, pois suas paredes divisórias são muito finas. Além disso, o fundo da bandeja é todo vazado, semelhante a um radiador, facilitando a troca de calor com o meio ambiente.

  • Posso usar qualquer substrato para o plantio?
    • Sem duvida, desde que se tome cuidado com a quantidade de água. No entanto, com substratos mais porosos, o manejo da água fica mais fácil e o enraizamento pode ser melhor.

  • Usei uma bandeja como teste; porque a muda cresceu bem, mas não formou raízes?
    • É quase certo que o substrato encharcou por excesso de irrigação; nas bandejas JKS as células tem um desenho especial que facilita a retenção de água. O manejo da água tem que ser bem menor, principalmente enquanto a primeira folha verdadeira não se formar completamente. Esse novo manejo resulta em economia para o produtor.

  • Qual a melhor forma de testar as bandejas plásticas JKS?
    • Sendo poucas bandejas, o ideal é fazer um lote separado em local do viveiro onde não exista sombra e onde a irrigação possa ser menor e controlada.

  • Como devemos conduzir a fertirrigação nas bandejas plásticas JKS?
    • Como as bandejas JKS têm paredes lisas e “impermeáveis” elas não absorvem água, fertilizantes ou qualquer produto químico. Toda água e fertilizantes aplicados via fertirriação é totalmente aproveitado, resultando em economia e ganho para o viveirista. O viveirista deve ficar atento quando trocar de bandejas de EPS para as bandejas JKS, pois como não haverá desperdício, ele deverá reduzir a frequência e as concentrações de adubo nas fertirrigações, para evitar que as mudas cresçam em excesso

  • Na mudança para uma bandeja com maior numero de células existe a possibilidade das mudas ficarem mais finas (estioladas)?
    • Ex.: Passar de uma bandeja de 200 células para uma bandeja de 288 células.

      Este é um problema de manejo, as mudas somente ficarão finas e estioladas se o produtor utilizar muito Nitrogênio, bem como excesso de Fósforo. Com um balanceamento correto de Potássio, suas mudas vão crescer fortes e ficarão robustas, sem estiolamento. Outro fator que pode causar o estiolamento é o sombreamento em excesso, procure sempre proporcionar o máximo de luz para suas mudas.

  • De que maneira as bandejas plásticas JKS podem ser lavadas e desinfetadas?
    • As bandejas JKS podem ser lavadas com jato de alta pressão, e desinfetadas com uma solução de cloro (Hipoclorito = água sanitária; ou ainda dióxido de Cloro), ou na falta destes pode-se também utilizar sais quaternários de Amônio, não havendo necessidade de produtos mais agressivos.

  • Como fazer para semear nas bandejas plásticas JKS?
    • Já existem no mercado o marcador e o semeador para todos os modelos de bandejas JKS, mas se o produtor possuir estes equipamentos é só fazer pequenos ajustes e utilizá-los normalmente. E o plantio é feito da mesma maneira que se faz atualmente nas bandejas já existentes no mercado.

  • A bandeja plástica JKS é cara; será que ela se paga?
    • Na verdade, seu custo/benefício é altamente favorável. Aquilo que a princípio parece mais caro vai se diluindo com sua enorme durabilidade e anos de trabalho no campo. Além da durabilidade a bandeja JKS agrega ainda mais benefícios como: maior facilidade na limpeza e desinfecção; diminuição do número de irrigações; não há mais absorção de fertilizantes, água e defensivos; facilidade na retirada das mudas; sem contar que o meio ambiente agradece, pois a bandeja plástica JKS é feita de material totalmente reciclável;

  • Se uma bandeja de EPS quebrar, não tem o que fazer, é prejuízo total, e a bandeja plástica JKS?
    • A bandeja JKS é muito mais forte e durável, resistindo a muitos anos de trabalho no campo. Mas caso aconteça um dano ou quebra, o seu material é totalmente reciclável.

  • E a bandeja plástica JKS de 162 células substitui a bandeja de EPS de 128 células com vantagens?
    • Como o volume de substrato da bandeja JKS de 288 células tem 15 cm3 por célula e a bandeja de EPS de 200 células tem 17 cm3 de substrato por célula pode-se fazer a substituição sem nenhum problema, apenas o produtor deverá adequar o manejo para a bandeja JKS de 288 células. A grande vantagem é que o produtor reduz em 10% o consumo de substrato e aumenta em 44 % a quantidade de mudas por bandeja, ou seja, são 384 mudas a mais por m2.

  • Como devo armazenar as bandejas plásticas JKS no viveiro?
    • Deverá ser feito sobre superfície plana, evitando assim que a bandeja venha a sofrer empenamento, principalmente as que ficarem na parte inferior da pilha. Evitar ao máximo o armazenamento sob exposição solar, pois com o passar dos anos o sol com seus raios ultravioleta danificam o plástico. Recomenda-se empilhamento máximo de 2,00 metros.

  • Como devo proceder o manejo das bandejas plásticas JKS no campo?
    • NUNCA “jogue” uma bandeja JKS de “BICO ou CANTO” sobre a outra, pois poderá haver danos. Deve-se tomar cuidado quando “puxar” as bandejas em carrocerias que tenham parafusos ou pregos salientes, caso isso ocorra danificará o fundo da bandeja. Após a retirada das mudas, as bandejas deverão ser armazenadas em local plano e, se possível, protegidas do sol, até a sua devolução para o viveiro.